sábado, 20 de setembro de 2008

Momentos




















Entre lençóis perfumados a jasmim, a mulher acorda sonolenta e não quer ver a luz do dia. Deixa-se ficar a saborear aqueles momentos divinos e imagina-se a caminhar ao encontro de momentos conjugados com o passado e com o futuro. As mãos deslizam lado a lado com os pensamentos, fantasiando, dando vida àqueles momentos mágicos...
Ela conhece bem as veredas que percorre!
Estimulando cada vez mais e mais profundo, chega a explosão de sentimentos que queimam as entranhas com gritos, sufocos, culpa, dor...
Tomada por um choro convulsivo levanta-se, toma um duche e põe a máscara...
Um novo dia começa.


singularidade

9 comentários:

Fallen Angel disse...

Um grande Beijinho com amizade e ternura

soli-arte disse...

há sempre um renascer.
beijos

Parapeito disse...

O que importa mesmo...é o novo dia que começa...

beijooo

lena disse...

um momento onde o sonho foi fantasia, foi sabor em carícias mágicas



o dia começa de novo e com ele outras emoções...


a mudança é uma constante...



beijinhos para ti e o meu abraço terno doce e amigo

lena

Nilson Barcelli disse...

Texto muito realista.
Gostei de ler, afinal todos nós colocamos uma máscara a cada novo dia, uns mais outros menos...
Beijinhos.

Bill Stein Husenbar disse...

Mais um post, mais uma bela estrela errante.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Ana disse...

Ainda bem que existe um novo dia. LINDO!!! Jinhosssssss, Ana Paula

ZezinhoMota disse...

Cada novo dia, é uma nova peça de teatro nas nossas vidas...

Bonito...

Bjnhs

ZezinhoMota

O Repórter Alentejano disse...

Que trabalho espectacular, tanto no que toca à fotografia como ao texto que a ilustra (não, não me enganei a escrever LOL).
Gostei deste espaço, vou voltar!

:-D

O Repórter Alentejano.