quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Saudade de ser criança




















Ai que saudade
que eu tenho
de ser criança.
Rir, pular,
brincar na rua,
deitar no chão,
saltar, correr,
estender a mão.
Saudades da magia
que envolvia
a simplicidade da vida.
Fascinada pela fantasia...
E no meu sonhar
Um amiguinho imaginário
fazia-me companhia.
Era feliz e não sabia.


singularidade

17 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Somos dois...
Mas tu disseste-o de uma forma tão bonita, suave. À tua imagem e semelhança, por certo...
Beijinhos.

Parapeito disse...

digo...somos três :)
É sempre quando me lembro da minha
meninice...que o meu coração canta...

Gosteiiiii

beijoooo*****

Ana disse...

Vou juntar-me... e somos quatro.
Adorei estas palavras tão simples e tão belas ilustradas com uma linda imagem.
Es especial! Beijinhos

Betty Branco Martins disse...

.minha querida






não sentes_____!!!




essa criança_______és tu!



está dentro de ti:)



dá-lhe




toda



a_____liberdade



e verás



que ___________ela


contigo____permanecerá



S
E
M
P
R
E_________________:)))







beijO____

Nela disse...

Eu querida Isa, claro que não sempre, mas tal como toda a gente, ainda tenho um pouco de criança, dentro de mim,por vezes não tenho até atenção que o tempo passou...a meninice, adorava voltar só um pouquinho atrás, foi delicioso.Claro que o poema está Lindo como tudo o que escreve.Beijinhos.

Fallen Angel disse...

Eu posso dizer sim, que tenho saudades de ser criança, brincar, sorrir, sonhas, sem preocupações, sem nada nem ninguém me chatear, sem tristezas, sem problemas... ser inocente.
tenho pena de já não sentir muitos desses sentimentos, principalmente de não sorrir, não me sentir feliz.
Adoro-te linda.

Cöllyßry disse...

Ser criança em corpo adulto, é um bem a continuar a ser...Coisas há qu sim dá saudade...

Grata pela visita

Doce meu beijo

Aqui em pensamentos


olharIndiscreto

tb disse...

eu como não lido muito bem com saudads, prefiro manter a criança cá dentro. :)
gostei do teu poemas e imagem escolhida.
Beijinhos

Vieira Calado disse...

Ai, que saudade!...
Creio que seremos uma infinidade a ter saudade dos nossos tempos de criança.
Mas o poema é agradável.
Cumprimentos

Nela disse...

Olá Isa, passei para desejar, uma boa semana beijitos.

a.m disse...

Ainda hoje misturo-me com crianças e aí sem vergonhas do que possam pensar de mim, volto a ser feliz.

bj

instantes e momentos disse...

belissimo post, lindo o teu blog.
Parabens.
Foi bom vir aqui.
maurizio

M.E.D.T disse...

Tb tenho saudades da minha infância....aiai
bjs otimo dia

Betty Branco Martins disse...

um


beijO



querida________Isa_:)

Å®t Øf £övë disse...

Quando somos crianças temos pressa em crescer, e quando nos tornamos adultos é que percebemos como era bom sermos por mais tempo crianças. A vida não é perfeita.
Bjs.

Verónica disse...

Deixai a criança ser criança! Estar com a infância é regressar à nossa criança e se possível, recuperá-la !
Bela foto

O Repórter Alentejano disse...

Como apreciador de fotografia, este delicado retrato desta criança cativou-me.
Vi então que tinha "bónus". Extremamente lindo, adorei!