quinta-feira, 24 de abril de 2008

Sonhos




















Fecho os olhos, inspiro, e sorrio.
É hoje! É agora!
Que me deito… e deleito
Entre seda pura e odores mesclados.
É hoje que as nossas almas vagueiam destemidas
A colorir os nossos dias enleados em paixão.
O teu nome ficará tatuado em mim
Para que o sentimento mais puro que temos,
Fique eternizado nas nossas noites mágicas.
Noites em que me envolvo em quimeras
Saindo por aí, sem pressa,
Sorvendo a vida assim, entre sonhos e fantasia.


singularidade

4 comentários:

Parapeito disse...

Sim Ternura
Que seja hoje
Que seja agora
Sè feliz

Beijo**

Nilson Barcelli disse...

Pelo que li, escreves muito bem poesia.
Este belíssimo poema é um exemplo disso mesmo.
Prosa, já o sabia...

Bfs, beijinhos.

Maria disse...

Olá,

Obrigada pela visita!

Gostei do que li, escreves com sentimento.
Que todos os teus sonhos se realizam.

Beijinhos e bom fim de semana.

ZezinhoMota disse...

Os sonhos também se realizam...Sou um grande sonhador e alguns se vão realizando...

O meu grande sonho se realizou em fins de Maio ao publicar o meu primeiro livro de poesias "A Natureza e o meu poema"...

Num formato de A5, com 180 páginas e 112 poemas...

No meio da tempestade, tratei-me do Câncer no IPO...

Mesmo assim pensei no meu maior sonho e não na desgraça...

Foi uma realização quase que irrealista mas segui em frente...

Um beijo do amigo

ZezinhoMota

A Poesia do Zezinho http://zezinhomota1.blogspot.com