sábado, 20 de fevereiro de 2010

Amizade

Na imensidão do infinito, vaga sozinha e fita ao longe uma sombra nos corredores da solidão.
Timidamente pergunta-lhe com ternura:
Vamos?
Despede-se de si.
De mãos dadas, as palavras surgem, como notas de música, deixando-se embalar em novos caminhos num cativar, o cultivar dum tesouro chamado Amizade. Quer acolher o abraçar com todas a forças, o milagre do calor humano.
Dá-se por inteira sem limites, a amizade toma conta dela, faz vibrar todas as cordas do coração. Tem o mundo nas mãos, é um caminhar entre luzes e esperança.
Na soleira do desconforto, com a dor da injustiça, continua a esperar… Banha-se em desilusão. Uma angústia cresce num canto da alma, enfeitando-a de indiferença.
De súbito, um raio de sol enche-lhe a alma e o coração, o céu sorri.
Veste-se de luz, corre, voa nas asas da Amizade.

singularidade

8 comentários:

Nilson Barcelli disse...

Belo texto, querida amiga.
Algo angustiante no início, termina com uma nota de esperança sob a forma de sol e amizade.
Gostei imenso.
Bom Sábado, beijos.

Melita disse...

Que mais posso dizer ?... Lindo :)

Bjitas

ZezinhoMota disse...

É tão bonito existir o reencontro e embora para mim todos os dias sejam "O dia da mulher"...

8 Março de 2010 "DIA DA MULGER"

Feliz dia da mulher, mas que seja todos os dias da tua vida...

Um beijo de amizade.

ZezinhoMota

Maria de Fátima disse...

Olá Isa, feliz dia da Mulher.Beijocas.

Ana Paula disse...

Um texto muito belo repleto de emoções, adorei querida amiga!!!
Sem a amizade a vida não teria sentido.
Jinhos doces,
Ana Paula

maresia_mar disse...

Olá
... a propósito de sol... lembraste-te de abrir a janela da vida?
Bjhs

maresia_mar disse...

olá

belissimo post que acaba com uma mensagem de esperança!
.. e tu??? lembraste-te de abrir a janela da vida?
Bjhs

Parapeito disse...

...Cheguei...
Vamos***********